7 coisas que você não sabia sobre os Hatfields e McCoys

É a disputa familiar mais famosa da américa: Hatfields versus McCoys. Por quase 150 anos esse conflito lendário capturou a imaginação da América. Livros inspiradores, filmes, desenhos animados e até um game show, retratam um confronto rural sangrento entre as famílias. Aqui estão sete fatos surpreendentes sobre os Hatfields e McCoys.

Hatfields & McCoys

1. Hollywood sempre amou os Hatfields e McCoys.
A saga Hatfields e McCoys tem se refletido em várias formas de entretenimento, incluindo livros, músicas e filmes de Hollywood. Alguns dos retratos mais memoráveis ​​da briga incluir um filme de Abbot e Costello de 1952, um episódio de temático Hatfield e McCoy da série animada “Scooby-Doo”, e o desenho animado “Hillbilly Hare” em que Pernalonga se vê em meio à ma disputa entre o Martin rival e  a famílias McCoy.

 

2. O Hatfields e McCoys inspiraram um game show famoso.
O conflito, se acredita, foi a principal inspiração para o jogo “Family Feud”, show popular, que estreou em 1976. Em 1979, os membros de ambas as famílias apareceram no show durante uma semana tem especial Hatfields e McCoys. Também estava incluído no prêmio um porco, simbolizando a origem da rixa. (Era o rumor do roubo de um porco valioso por um ancestral Hatfield que tinha servido como um catalisador para a erupção de hostilidades mais de 100 anos antes). Os Hatfields ganharam o concurso.

3. As famílias rivais foram mostradas na revista Life em 1940.
Hatfields & McCoysEm maio de 1944, uma edição da revista Vida revisitou os Hatfields e McCoys quase 50 anos depois que a violência entre eles abalou a região do Tug Valley, que fica entre Kentucky e Virgínia Ocidental. O artigo foi feito para mostrar como as duas “famílias famosas agora vivem juntas em paz”, e entrevistou um grande número de descendentes sobre a rivalidade e as relações entre as duas famílias cinco décadas após o conflito. Entre as fotos tiradas uma mostra Shirley Hatfield e Frankie McCoy trabalhando juntas em uma fábrica local, que produz uniformes militares. Era para simbolizar o efeito unificador do esforço de guerra americano no auge da Segunda Guerra Mundial.

 

4. A disputa entre os Hatfields e os McCoys fez todo o caminho até a Suprema Corte dos EUA.
Hatfields & McCoysEm 1888 vários Hatfields foram presos e foram a julgamento pelo assassinato de dois dos filhos de Randall McCoy. West Virginia entrou com um  processo pedindo libertação dos homens, argumentando que tinham sido ilegalmente extraditado para fora do Estado. O Supremo Tribunal Federal se tornou envolvido no caso conhecido como Mahon v. Justice. Numa decissão de 7 para 2, o tribunal decidiu em favor do Kentucky, permitindo os julgamentos e condenações posteriores de todos os homens Hatfield. Sete deles receberam sentenças de prisão perpétua, e um deles, Ellison “Cotton Top” Mounts, foi executado por seus crimes.

5. Uma rara condição médica pode ser, em parte, a culpada da violência do choque notório de clãs.
Num estudo de 2007, uma equipe de médicos e geneticistas que estudaram dezenas de descendentes McCoy observou uma taxa anormalmente elevada de doença de Von Hippel-Lindau, uma condição hereditária rara que produz tumores dos olhos, ouvidos, pâncreas e glândulas supra-renais, bem como pressão arterial elevada, palpitações cardíacas e aumento da “luta ou fuga” um hormônios do estresse. Os pesquisadores também coletaram inúmeras histórias orais de membros da família, detalhando a natureza combativa e muitas vezes violento da família McCoy, que remonta às origens da disputa.

6. O Tug Valley testemunhou outro confronto violento quase 30 anos após a disputa Hatfields e McCoys.
Em 19 de maio de 1920, os detetives que trabalham para a agência anti-sindical Baldwin-Felts despejou as famílias de trabalhadores que tentaram sindicalizar as minas de carvão da Mountanha Stone pertencente na cidade de Matewan, West Virginia. Depois que Sid Hatfield, o chefe de polícia de Matewan e um descendente Hatfield, interveio em nome dos mineiros, um violento confronto eclodiu que deixou sete detetives e quatro moradores mortos. O Massacre de Matewan tornou-se um grito de guerra para ativistas sindicais de todo o país, com Sid Hatfield ganhando fama por sua defesa dos mineiros. Um ano mais tarde, no entanto, Hatfield foi assassinado, supostamente pelos agentes da Baldwin-Felts. Os eventos que rodearam o Massacre de Matewan e o assassinato de Sid Hatfield foram retratado no aclamado filme “Matewan” de 1987.

7. Existem milhares de descendentes dos Hatfield e McCoy, mas nem todos eles são reais.
Sid Hatfield é apenas um dos muitos descendentes dos Hatfield e  McCoy. Outros incluem Henry D. Hatfield, sobrinho do patriarca da família “capeta” Anse, que serviu como senador e governador de West Virginia em 1930, o músico de jazz Clyde McCoy, e o técnico de basquete Mike D’Antoni descendem dos Mcoys. Houve até mesmo descendentes de ficção, incluindo Leonard “Magro” McCoy da série de televisão e cinema “Star Trek”, que descente supostamente de dezenas de gerações de familiares McCoy.


About these ads

Sobre reitigre

Tigre, tigre, brilho incandescente dentro das florestas à noite Que imortais mãos ou olhos Poderiam moldar tão temível simetria? Em que distante profundezas ou céus Queimam o fogo dos teus olhos? Em que asas veio essa chama? Que mãos ousam tocar nesse fogo? E qual ombro e qual arte? Poderia mudar as fibras do teu coração? E quando teu coração começou a bater Qual horrível mão teria forjado seus pavorosos pés? Qual martelo? Qual corrente? Em que fornalha estava teu cérebro? Que bigorna? Que terrível abraço Ousou conter teu horrível terror? E quando as estrelas desferiram seus raios, e inundaram os céus com as lágrimas delas, Ele sorriu por Seu trabalho ver? Aquele que criou o cordeiro também Te fez? Tigre, tigre, brilho incandescente dentro das florestas à noite Que imortais mãos ou olhos Ousaram moldar tão temível simetria?
Esse post foi publicado em Ciências, Upgrade e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s