Apophis – o nome do possível destruidor da humanidade

Na mitologia egípcia, Apep (ou Apophis, em grego), é um monstro em forma de serpente que combatia o deus ao cair de cada noite. Também chamada de Apepi ou Aapep. Apophis é uma criatura maligna do submundo e um inimigo dos deuses (embora às vezes seja aliado de Seth). Ele é a personificação do próprio caos, destruição e do mal na mitologia Faraônica (Egípcia).

Em 13 de abril de 2029 um asteroide que foi designado com este nome passará à uma trajetória tão próxima da terra que ficará abaixo da órbita descrita pelos satélites artificiais terrestres. Uma passagem tão próxima por um asteroide deste tamanho acontece somente a cada 1.300 anos, mais ou menos. Nesta data, ele terá um brilho de magnitude 3,3 (visível à vista desarmada em regiões rurais e regiões suburbanas com pouca iluminação, e visível de binóculos na maioria dos lugares. Depois desta passagem ele irá retornar para outra passagem próxima à Terra em 2036 segundo cálculos da Nasa.

No entanto os russos mostraram pensamento “um pouco divergente”, pois sustentam que a passagem que ocorrerá próxima a Terra em 2029 (dez vezes mais perto do que a distância da Terra a Lua) já é garantia de que o asteroide ficará em ressonância gravitacional com a Terra devido ao seu tamanho e certamente cairá em 2036. Prova da preocupação dos russos foi o recente discurso, feito em janeiro de 2011 pelo professor da universidade de São Petersburgo (antiga Leningrado) Leonid Sokolov à Tv russa, relatando que cientistas e astrônomos russos recalcularam a trajetória do asteroide e tem como certa sua colisão em 2036.

Baseado no brilho observado, o tamanho do Apophis foi estimado como de 450 metros; uma estimativa mais refinada baseada nas observações espectroscópicas do Telescópio de Infravermelho da Nasa no Havaii é de 350 metros. A Nasa estimou inicialmente que a energia que o Apophis liberaria se atingisse a Terra como equivalente a 1.480 megatons de TNT. Uma estimativa da Nasa posterior, mais refinada, era de 880 megatons. O impacto que criou a Cratera de Barringer ou causou o evento de tunguska são estimados como estando no intervalo de 3–10 megatons. A erupção de 1883 do Krakatoa foi equivalente a quase 200 megatons.

Os efeitos exatos de qualquer impacto variam bastante dependendo da composição do asteroide, localização e ângulo do impacto. Qualquer impacto será extremamente danoso a uma área de milhares de quilômetros quadrados, mas seria bastante improvável que tivesse efeitos globais duradouros, como o início de um inverno de impacto. Usando a ferramenta de simulação, foi estimado que um impacto hipotético do Apophis em países como a Colômbia e Venezuela, que estão no caminho de risco, levariam a mais de 10 milhões de fatalidades. Um impacto a vários milhares de milhas da costa oeste dos Estados Unidos produziria um tsunami devastador.

Mapa de risco onde o 99942 Apophis pode impactar na Terra em 2036.

Curiosidade: Apesar do nome grego do deus egípcio ser apropriado, Dave Tholen e Tucker – dois dos co-descobridores do asteroide – são fãs da série de TV Stargate SG-1. O principal vilão das primeiras temporadas do show é um alienígena que tem o mesmo nome do deus egípcio (NERDS!!!).

Esta assustadora e espetacular animação feita pelo Discovery Channel, mostra como seria o choque do meteoro “Apophis” contra a terra em 2036, que acabaria em pouco tempo com todos os seres vivos envolvendo toda a camada superficial terrestre em um manto de fogo e labaredas.

Sobre reitigre

Tigre, tigre, brilho incandescente dentro das florestas à noite Que imortais mãos ou olhos Poderiam moldar tão temível simetria? Em que distante profundezas ou céus Queimam o fogo dos teus olhos? Em que asas veio essa chama? Que mãos ousam tocar nesse fogo? E qual ombro e qual arte? Poderia mudar as fibras do teu coração? E quando teu coração começou a bater Qual horrível mão teria forjado seus pavorosos pés? Qual martelo? Qual corrente? Em que fornalha estava teu cérebro? Que bigorna? Que terrível abraço Ousou conter teu horrível terror? E quando as estrelas desferiram seus raios, e inundaram os céus com as lágrimas delas, Ele sorriu por Seu trabalho ver? Aquele que criou o cordeiro também Te fez? Tigre, tigre, brilho incandescente dentro das florestas à noite Que imortais mãos ou olhos Ousaram moldar tão temível simetria?
Esse post foi publicado em Ciências, Notícias e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s