Hatfields & Mccoys

HISTORIA

A briga Hatfield-McCoy (1863–1891) envolveu duas famílias da área de West Virginia–Kentucky, ao longo do rio Tug Fork, ramificação do Big Sandy River. Os Hatfields, de West Virginia, eram liderados por William Anderson “Devil Anse” Hatfield enquanto os McCoys, de Kentucky, estavam sob a liderança de Randolph “Ole Ran’l” McCoy. Os envolvidos na disputa eram descendentes de Ephraim Hatfield (nascido em 1765) e William McCoy (nascido em 1750). A briga entrou para o dicionário de folclore americano como uma metonímia para qualquer disputa entre grupos rivais. Mais de 100 anos depois, a história dessa luta se tornou um símbolo moderno dos perigos que envolvem a honra familiar, a justiça e a vingança.


CURIOSIDADES

  • Em 14 de junho de 2003, em Pikeville, Kentucky, os primos McCoy se uniram a Reo Hatfield, de Waynesboro, Virginia, para oficializar uma trégua entre as famílias. Reo Hatfield disse que queria mostrar que, se essas duas famílias podiam entrar em acordo, outras também poderiam. Ele ainda afirmou que queria mandar uma grande mensagem ao mundo: quando a segurança nacional está em risco, os americanos deveriam pôr de lado suas diferenças e permanecer unidos: “Não estamos dizendo que você não deve lutar, porque, algumas vezes, é necessário. Mas você não precisa lutar para sempre”. O documento, assinado por mais de 60 descendentes durante o 4° Festival Hatfield-McCoy, foi propagado como uma proclamação de paz, e dizia: “Pedimos, pela graça e amor de Deus, que sejamos para sempre lembrados como aqueles que uniram os corações de duas famílias para formar uma família de liberdade na América”.
  • Clyde McCoy, um famoso trompetista de jazz da década de 30 e 40, era descendente da família McCoy.
  • Dizem que a briga Hatfield–McCoy também foi inspiração para um game show exibido durante muito tempo, o Family Feud. Em 1979, as duas famílias se reuniram para gravar uma semana especial desse programa popular, durante a qual concorreram a um prêmio em dinheiro e um porco, mantido no palco durante toda a atração.
  • Turistas viajam aos estados de West Virginia e Kentucky todos os anos para conhecer as áreas e relíquias históricas remanescentes dos tempos da briga. Em 1999, um grande projeto conhecido como “Restauração do Sítio Histórico Hatfield & McCoy” foi concluído.
  • A comédia de 1923 de Buster Keaton “Nossa Hospitalidade” centra-se na briga “Canfield–McKay”, uma versão fictícia da rivalidade Hatfield–McCoy.
  • O curta animado de 1946 da Disney “The Martins and the Coys in Make Mine Music” foi outra caricatura da contenda Hatfield–McCoy.

Sobre reitigre

Tigre, tigre, brilho incandescente dentro das florestas à noite Que imortais mãos ou olhos Poderiam moldar tão temível simetria? Em que distante profundezas ou céus Queimam o fogo dos teus olhos? Em que asas veio essa chama? Que mãos ousam tocar nesse fogo? E qual ombro e qual arte? Poderia mudar as fibras do teu coração? E quando teu coração começou a bater Qual horrível mão teria forjado seus pavorosos pés? Qual martelo? Qual corrente? Em que fornalha estava teu cérebro? Que bigorna? Que terrível abraço Ousou conter teu horrível terror? E quando as estrelas desferiram seus raios, e inundaram os céus com as lágrimas delas, Ele sorriu por Seu trabalho ver? Aquele que criou o cordeiro também Te fez? Tigre, tigre, brilho incandescente dentro das florestas à noite Que imortais mãos ou olhos Ousaram moldar tão temível simetria?
Esse post foi publicado em Old School, Upgrade e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s