Beautiful Boxer – a história de Nong Toom

Sinopse: É a história verídica de Nong Toom, um famoso lutador de Muay Thai que se tornou atleta para conseguir juntar dinheiro para ajudar a sua família (oriundo de um meio extremamente pobre) e submeter-se a uma operação de mudança de sexo (daí o título sugestivo, Beautiful Boxer).
O filme acompanha a vida de Nong Toom, desde a infância, onde tomamos conhecimento dos seus maneirismos femininos (maquilhagem, papéis femininos em teatros de escola, etc), passando pela sua fugaz aventura como monge (sendo posteriormente expulso devido às suas inclinações femininas), até atingir o estrelato como o lutador profissional de Muai Thai mais conceituado da Ásia, culminando com a mudança de sexo que o transformou no transsexual Parinaya Charoemphol.
Nong ToomA vida do transexual Parinya Charoenphol é uma história que já nasceu para virar filme. Na Tailândia, ele é afetuosamente conhecido como Nong Toom – exímio lutador de boxe tailandês que passou por uma cirurgia de mudança de sexo. Assim, com esta ótima matéria-prima, Ekachai Uekrongtham estréia com o pé direito em sua carreira de diretor de longas-metragens.
A escolha do ator para personificar a história foi perfeita e corajosa. Asanee Suwan é lutador de boxe tailandês na vida real e se entrega ao papel. Ele interpreta a feminilidade de Nong Toom com dignidade e graça. Sua performance é naturalista. Um trabalho feito com o coração. Ele chegou a fazer aulas de balé clássico para suavizar seus passos no ringue. Não à toa, foi o vencedor do prêmio Supannahongsa (considerado o Oscar tailandês) de Melhor Ator.

Trailer

Sobre reitigre

Tigre, tigre, brilho incandescente dentro das florestas à noite Que imortais mãos ou olhos Poderiam moldar tão temível simetria? Em que distante profundezas ou céus Queimam o fogo dos teus olhos? Em que asas veio essa chama? Que mãos ousam tocar nesse fogo? E qual ombro e qual arte? Poderia mudar as fibras do teu coração? E quando teu coração começou a bater Qual horrível mão teria forjado seus pavorosos pés? Qual martelo? Qual corrente? Em que fornalha estava teu cérebro? Que bigorna? Que terrível abraço Ousou conter teu horrível terror? E quando as estrelas desferiram seus raios, e inundaram os céus com as lágrimas delas, Ele sorriu por Seu trabalho ver? Aquele que criou o cordeiro também Te fez? Tigre, tigre, brilho incandescente dentro das florestas à noite Que imortais mãos ou olhos Ousaram moldar tão temível simetria?
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s